11/09/2009

Chef profissional, o livro


O Senac-Sp acaba de realizar uma iniciativa ousada: a publicação, em português, de Chef profissional, manual de formação de chefs do The Culinary Institut of América. É um calhau de 1240 páginas, muito ilustrado e didático e que apresenta um índice remissivo utilíssimo (coisa de menção obrigatória, pois as editoras brasileiras têm o péssimo hábito de traduzir livros sem o índice remissivo, inclusive o Senac). Deve custar uma baba de grana, mas talvez seja até econômico, imaginando que muitos candidato a chef ou chefete precisam investir em dezenas de livros que, agora, tornam-se supérfluos.
O livro está dividido em 38 capítulos, reunidos em 8 partes. Resenharemos aqui, aos poucos, essa proeza editorial. Step by step...

4 comentários:

meisje lan disse...

Uau! Eu não achei que esse dia fosse chegar... to quase me arrependendo de ter comprado a edição americana desse livro no começo do ano...

meisje lan disse...

Uau! Nunca imaginei que esse dia fosse chegar... to quase me arrependendo de ter comprado a edição americana no final do ano passado

José Luiz disse...

Algumas edições brasileiras sequer possuem índice. O do Atala, por exemplo, é risível. Não pelo conteúdo, é claro, mas pelo índice. É praticamente impossível localizar até mesmo as receitas, o que é uma pena.

Carlos Dória disse...

José Luiz,
você tem razão. Sempre luto por isso, mas até agora em vão. E certas editoras - são muitas no mercado - deveriam mudar o nome para "imprimerias", já que não editam o texto. Entendo que editar é tornar o texto o mais compreensível e útil possível para o leitor.

Postar um comentário