10/03/2010

Nina y yo, antes de Platero


Nina Horta, amiga sempre gentil, declarou à revista Platero, da Livraria Martins Fontes (março de 2010):
“Atualmente, livros muito inteligentes, que demandam uma leitura atenta e estudiosa, são os do antropólogo Carlos Alberto Dória. Todos se aprofundam no estudo da cozinha e principalmente no estudo da cozinha brasileira. Compro até livros que têm o prólogo dele”.
Não sou antropólogo, mas se as amigas Paula Pinto e Silva e Manuela Carneiro da Cunha não se opuserem, fico lisonjeado numa boa! E vou tratar de escrever mais...
(Na foto, também Pedro Paulo de Sena Madureira)

3 comentários:

lucianabianchi disse...

Concordo com a Nina Horta!Os livros de Carlos Alberto Dória têm um lugar reservado em minha biblioteca, dividindo o espaço com Apicius, Fernand Point e Hervé This. Leio, releio e nunca canso!
Luciana Bianchi

COMIDA FALA - Karen Monteiro disse...

Você merece todo o reconhecimento do mundo, Dória! Na minha modesta opinião (risos) és o único cientista social (ai tanto faz se sociólogo, antropólogo... ou os dois... risos) que consegue falar "de dentro da cozinha"... falar "de fora"... e, não suficiente... com cara de "nojo" pra comida fica difícil de engolir, cara-pálida! Risos e abraços
Karen Monteiro
www.comidafala.blogspot.com

Fátima Farias disse...

A alimentação é um assunto delicado, polêmico para as Ciências Sociais. Não à toa ainda é considerado, no conjunto das preocupações sociológicas, especialmente, um tema de relevância menor. Mas, acredito, a impressão comum (ao pensamento erudito) de que a culinária ou a gastronomia não contituem um "tema sério" - digno, portanto, de uma abordagem sociológica - vem se modificando, em território nacional, graças a competência e a dedicação de alguns seletos profissionais, entre os quais Dória se inclui e se destaca, pela qualidade e pelo volume de sua produção.

Ler obras como "A culinária materialista" e "A formação da culinária brasileira" foi, para mim, além de uma satisfação literária, dada a qualidade textual dos escritos, uma experiência reflexiva singular. O refinamento analítico do autor e sua habilidade em transformar a alimentação em um "assunto sério", do ponto de vista social, preservando, no entanto, sua dimensão curiosa e divertida, envolve e estimula quem se dispõe à leitura de seus livros.
Sou, declaradamente, uma grande admiradora do seu trabalho.

(Espero que você já esteja aí preparando alguma boa novidade para seus leitores, Dória!)

Fátima Farias
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFC.

Postar um comentário