17/07/2014

Siga os passos de Fábio Moon

Fábio Moon, além de pessoa é um personagem que criou a si próprio com a ajuda de muita gente. Quem não o segue no instagram (@fabmoon) pode ter a certeza de que está por fora do que realmente conta no mundinho das pessoas que correm atrás do que, eventualmente bom, é sobretudo novidade. Ele sempre está, esteve ou estará onde o seu seguidor no instagram gostou, gosta ou gostará de estar. Fabio Moon é vanguarda, no sentido de fotografar na frente, antes dos outros.

Fabio Moon tem suas ondas e manias publicitárias, como sair por ai comendo e comparando hamburguer, tartar ou brigadeiro em cena aberta no instagram. Ganhou certa notoriedade também em revistas de bordo. Pois agora resolveu tirar partido disso e gente que o “segue”, ou viaja, poderá trilha seus passos.

Paladar de hoje informa que Fabio Moon abre o Table 4, serviço de reservas on line, já tendo como afiliados Aizomê, Sainte Marie, Tappo, Ici, Loi, Pomodori, Arturito, Piselli, Tordesilhas, Jiquitaia, Sal Gastronomia, La Casserole e Maní. Todos “gastronômicos”, isto é, fotografados por Fabio Moon. Ele tem a vantagem de não ser neutro ou imparcial.

No Table 4, você poderá reservar sua mesa on line nos restaurantes “diferenciados”. Serão uns 50. A matéria atribui a Fábio a esperteza de entrar num mercado promissor, de milhões de dólares.

Longa vida a Table 4 mas, pessoalmente, eu gostaria mesmo é que se conseguisse fazer reservas depois das 9 horas da noite, e não só no período no qual os restaurantes ainda estão vazios. Isso sim seria um senhor serviço!

13 comentários:

Anônimo disse...

O senhor perde hoje todo meu respeito e consideração por promover uma pessoa de valores gastronomicos tão questionáveis, q só exalta o caro, o exclusivo, faz uso de sua sabedoria para se sobrepor aos demais sendo arrogante e soberbo. Ou seja, por mais incrível q seu serviço fosse, e não é, pq não criou nada demais, não mereceia ser pauta de seu blog. Sinceramente, lamentável professor. Obrigada pelas reflexões q o senhor me deu. Até o post anterior.

Anônimo disse...

As pessoas não entendem mais ironia. Para isso precisa vir "só que não" no final. O texto está ótimo.

Anônimo disse...

na boa, eu curto o fabmoon. Nesse mar de foodies que se espalhou pela cidade, ele é o único que presta. O resto é tudo fabmoon wannabe. Pode ver. Todos vão nos lugares que ele vai e comentam as mesmas coisas que ele já comentou.

Anônimo disse...

Não entendi, devo estar ficando burro... Um foodie, que tem contestado a veracidade das fotos que posta no IG, que acha que manja de comida, "cria" algo que o Restorando e tantos outros já fazem e o Estadão fala em negócio de milhões? Negócio da China ou eu não entendo mais nada aqui... E Carlos, este artigo merecia mais acidez, escrito por você e sobre quem é. Por favor!

carlos alberto doria disse...

Anonimos, digamos que o tom do texto - irônico, ácido ou o que seja - varia segundo o desejo do autor. Que fique claro, porém, que o autor não é um justiceiro a serviço do leitor.

Günter Sarfert disse...

Pra mim, quem comenta no anônimo já não merece respeito algum. Deixem o Dória em paz.

Boris disse...

lamentável esse blog fazer referência ao embuste do Fabio Moon, um cara absolutamente questionável, elitista, arrogante e infinitamente irrelevante. além de machista e infantil.
um cara que construiu fama falsificando fotos alheias, republicando o mesmo prato, dias depois, pra dizer que voltou àquele restaurante…
um cara que não dá valor à comida: afinal, se ele precisa jantar 8 vezes na mesma noite pra mostrar pra todos os seguidores, com aquelas fotos sempre grotescas, algo está errado, não?
que pena ver um texto num blog que tanto gosto citando um alguém como esse Moon.

carlos alberto doria disse...

Sr. Boris, nunca quis fazer do blog um tribunal, esteja certo. O Sr. já parou para pensar por que personagens como ele existem e por que o incomodam tanto?

Boris disse...

Caro Carlos, obrigado pelo retorno. Entendo perfeitamente porque existam personagens como ele, assim como pessoas que o sigam e respeitem.
Não entendo, porém, alguém com conteúdo e esclarecimento do Sr. recomendar que os passos dele sejam seguidos, num blog tão crítico e de qualidade quanto este.

carlos alberto doria disse...

Sr Boris, será que não haveria outra leitura para as minhas palavras? Será que eu não queria dizer para observar os passos que ele está dando, sem recomendar nada? De minha parte eu "seguiria" mesmo se ele conseguisse um sistema de reservas após as 9 horas. Imagino que está claro! Agora, cada um sabe de si. Eu o sigo no instagram e o senhor, parece, também. Abraços

Mario Amaral disse...

Sigo ele, concordo com o gosto dele na grande maioria das vezes, mas não gosto do "personagem" que ele criou. Cada interpretação tem o seu motivo, porém vou defendê-lo quanto a 2 coisas: nunca o vi desrespeitando ninguém (pelo contrario, o cara sempre responde até as mais chatas das perguntas) e ele até falou dos posts em que ele pegou as fotos da internet. O fabmoon disse que postou dos lugares onde estava, com ilustrações melhores, já que a foto dele tinha ficado péssima. E, realmente, ele tinha dado geotag nas fotos e acredito ser impossível marcar Estocolmo estando em SP. Posso afirmar que um post de Londres no Gordon ele fez isso porque eu estava lá no dia e "o conheci" pq ele tinha postado do mesmo local q eu. Não o reconheci na hora, mas depois me lembrei q o tinha visto lá. Comecei a seguir no instagram e sigo até hoje porque consigo ver as novidades e as melhores opções da cidade sem ter que abrir uma revista ou jornal. apenas um garoto mimado e playboy

José Salazar disse...

O cara é esquivo. Disse que comeu em todos os 3 estrelados Michelin, várias fotos eram tiradas da internet, depois deletou, nunca comeu nos estrelados. Em resumo, mais um espertalhão no país do jeitinho. Quem quer reserva para 21 horas basta ligar nos restaurantes. E ele está cobrando 1 mil reais de cada restaurante, coisa que a reportagem omite ou não apurou.

Gilberto disse...

Vocês são tudo uns fabmoon wannabe como um dos anonimos comentou acima.
Já encontrei ele uma porção de vezes nos restaurantes mas não fui cumprimentá-lo para não atrapalhar. Ja falei com varios garçons e proprietarios dos recintos para saber se ele come muito mesmo (mais por curiosidade do que duvida) e todos confirmaram que sim e que é uma pessoa super tranquila.
Eu só conheci o saint marie, bueno, kidoairaku, tappo tratoria, effendi, bar do luiz, kabura graças aos posts dele e tive experiências muito agradáveis nesses lugares. Em barcelona fui naquele quimet que ele tanto fala bem e a dona me disse que é super amiga do fabmoon e que o conhece há uns 10 anos. Em paris, a mesma coisa no ledoyan. Agora vocês vão me falar que ele "pagou" a mulher e um bocado de gente pra falar bem dele? Façam-me o favor.
QUem o acompanhou na viagem que ele fez o ano passado pro Japão, Itália, Espanha, França, São Francisco, Nova York (devo estar me esquecendo de alguns) viu que ele fez pelo menos uns 30 tres estrelas em 2 meses. Vocês são tudo uns recalcados querendo falar mal de alguém. Quem perde o seu tempo para criticar e falar mal dos outros sem ao menos conhecer a pessoa não tem o meu respeito.
Mais amor no coração de todos vocês.
Abraços, Dória.

Gilberto.

Postar um comentário